quarta-feira, 22 de março de 2017

SINDACS-AL EM AÇÃO!!! SATUBA-AL





No dia 21/03 (terça), os Diretores do SINDACS-AL Edvaldo Gonçalves e Alexsandro Noberto, junto com uma comissão de Agentes Comunitários de Saúde e Endemias, participaram de uma reunião na Câmara de Vereadores de SATUBA-AL, onde foi cobrado o reajuste da Lei Municipal 334/08. Que trata de um incentivo para os agentes daquele município no valor de 150,00 Reais.
Os agentes de saúde sentaram com o Presidente da Câmara o Vereador Luiz Carlos, o Vereador Armesson, a Vereadora Gildete Cabral e o Vereador Diego Acioly.

O último reajuste foi dado em 2008 na gestão anterior da Sra. Cícera Pereira. Porém, está defasado.
FENASCE PARTICIPA DE AUDIÊNCIA PÚBLICA E COBRA REAJUSTE DO PISO.



      Aconteceu na tarde dessa terça-feira (21/03), na Câmara dos deputados, em Brasília uma audiência pública para tratar do Projeto de Lei 6734 que dispõe sobre as alterações das atribuições dos agentes.
        A palavra foi cedida inicialmente para o representante da FIOCRUZ, que deixou muito claro e evidente que não participou da elaboração do PL 6437.
     O representante do Departamento de atenção Básica só Ministério da Saúde, ressaltou o baixíssimo índice de resultados dos Agentes nas equipes.
      A Secretaria Nacional de Vigilância do Ministério da Saúde propôs uma ação conjunta entre Vigilância em Saúde e atenção básica para superar os desafios.
       O Presidente da FENASCE enfatizou que a entidade não é contra o projeto, e que não se abstém de discutir sobre o assunto, mas argumentou que a prioridade é o Reajuste do Piso.
     O Presidente, ressaltou que era para estarmos naquele momento discutindo uma política de reajuste nacional para o Piso da categoria, os efeitos devastadores que a ausência do reajuste a cerca de três anos causa a categoria e seus familiares.
       Fernando Cândido foi interrompido pelo Presidente da mesa, Deputado Mandetta que pediu para que o expositor se limitasse a tratar do PL 6437. O Presidente da FENASCE ao voltar com a palavra, ressaltou que as considerações iniciais justificam a posição da Federação a cerca do Projeto de lei.
      Somos contra debater esse Projeto nesse Momento de total desmonte de retirada de direitos da Classe trabalhadora. Que afeta diretamente os agentes, a exemplo da reforma da previdência, argumenta Fernando.
      Além disso, o PL 6437 responsabiliza um só profissional pela diminuição dos resultados das ações, sendo que o trabalho é realizado em equipe.
       O Projeto de Lei propõe o aumento da escolaridade. Mas, sem tá acompanhada de uma política de aumento da escolaridade, articulada com a rede de ensino e sobretudo financiada pelo MS, como foi o PRONAF que profissionalizou os auxiliares de enfermagem.
       Fernando afirmou ainda que a falta de uma formação técnica profissionalizante deixa o lugar do agente em constante perigo.
     Ao fim, Fernando Cândido, Presidente da FENASCE conclamou aos Deputados e a outra entidade que estava presente a cobrar a instalação do GT - Grupo de trabalho do REAJUSTE DO PISO que o Ministro se comprometeu e até agora não cumpriu.

terça-feira, 21 de março de 2017

FENASCE EM AÇÃO: BRASÍLIA-DF

       Presidente da FENASCE, Fernando Cândido participa (21/03) de audiência pública para debater o PL 6437, que dispõe sobre as alterações das atribuições dos agentes de saúde e de Combate Endemias.

quarta-feira, 15 de março de 2017

Agentes de Saúde e Endemias atendem convocatória da FENASCE e vão as ruas de Maceió, contra a reforma da previdência.




 
O Prefeito do Município de  Rio Largo-Al Gilberto Gonçalves
corta plano de saúde de servidores.
       Diante da situação que Rio Largo vem passando, o prefeito se nega a renovar o plano de saúde de todos os servidores do município. Segundo o prefeito, todos tem que procurar as unidades de saúde local más, o que está deixando tanto os servidores como também a população, é que algumas unidades de saúde estão fechadas por falta de pagamentos às empresas que realizam as obras.
        Outra parte, é a falta  de médicos e medicamentos nas unidades de saúde que ainda estão abertas.
       Parece que o povo de Rio Largo terá que aguentar viver sem saúde e sem atendimentos básicos.
       Ainda esta semana, o sindicato dá categoria irá encaminhar um ofício ao prefeito pedindo partes dos salários dos servidores da saúde que foram cortados.
SINDACS-AL EM AÇÃO!!! MUNICÍPIO DE JARAMATAIA
       O SINDACS/AL ATRAVÉS DE SUA DIRETORA ANGECELMA ESTEVE REUNIDA NO DIA 14/03 NO MUNICÍPIO DE JARAMATAIA  COM PREFEITO JEFFERSON, A SECRETÁRIA DE SAÚDE TERESA E OS ACS EVILANIO E HELIOMAR. 
     A PAUTA EM DEBATE FOI A FALTA DE PAGAMENTO DO DÉCIMO TERCEIRO SALÁRIO DA CATEGORIA. E PARA NOSSA SURPRESA O PREFEITO NOS COMUNICOU QUE SÓ PODERÁ REALIZAR O PAGAMENTO EM JUÍZO, POIS, JUSTIFICA QUE RECEBEU O MUNICÍPIO SEM INFORMAÇÕES NOS SISTEMAS. E ESTÁ AINDA EM FASE DE ORGANIZAÇÃO. PORTANTO FICOU DEFINIDO PELA COMISSÃO QUE IREMOS ENTRAR COM UMA AÇÃO JUDICIAL E POSTERIORMENTE UM MANDATO DE SEGURANÇA CONTRA O REFERIDO MUNICÍPIO. 

QUEM TRABALHA, MOSTRA O QUE FAZ!

ANGECELMA, SINDACS-AL EM AÇÃO

sexta-feira, 10 de março de 2017

ASSEMBLEIA DE ANÁLISE DO MOVIMENTO DA FENASCE



   
    A FENASCE-Federação Nacional de agentes de Saúde e Endemias realizou assembleia com sua base, presente em Brasília. A assembleia aconteceu na tarde dessa quarta-feira, (08/03), lolo após o encerramento dos trabalhos da comissão especial de análise só PL 6437 e teve a finalidade de analisar junto com sua base, as atividades realizadas  pela federação, inclusive a Manifestação e o saldo da reunião com o Ministro da Saúde.

    Para Fernando Cândido, Presidente da FENASCE o saldo de todos os movimentos definidos no calendário de atividades da Campanha Nacional pelo reajuste do piso, deflagrada pela federação foi extremamente positivo.

   O reflexo da reunião com o Ministro da Saúde e da manifestação, foi a abertura do diálogo, instrumento fundamental para avançarmos no reajuste do PISO, afirma Fernando.

   Na avaliação dos diretores, bem como, da maioria dos presentes o resultado da Campanha Nacional da federação  foi muito positivo.