terça-feira, 21 de fevereiro de 2017


FENASCE SE REÚNE COM SENADOR RENAN CALHEIROS, LÍDER DO PMDB NO SENADO

    O Presidente da FENASCE, Fernando Cândido esteve na manhã de segunda-feira, 20/02/2017 com o Líder do PMDB no Senado, Senador Renan Calheiros. A reunião aconteceu no escritório do partido em Alagoas e teve a finalidade de debater o apoio do Senador, na luta dos agentes de Endemias e Comunitários pelo reajuste do piso salarial nacional.

    Fernando, lembrou que com a ajuda do parlamentar, na época (2014) Presidente do Senado, foi aprovada a Lei Federal  12.994, que instituiu o PISO SALARIAL DA CATEGORIA. Entretanto, desde então o referido piso não sofreu reajuste.

   O Senador, Renan Calheiros, assumiu o compromisso de encampar essa luta. De imediato reiterará a solicitação da FENASCE por uma audiência com o Ministro da Saúde para o dia 08 ou 09 de março, mas também levará o pleito ao Governo Federal.

   O Senador reafirmou seu compromisso com os agentes e afirmou ser legítima a reivindicação.

   Renan Calheiros, ainda aconselhou a Federação, procurar os líderes dos partidos no Senado.  De acordo com o Senador, o apoio desses parlamentares é fundamental para o fortalecimento da luta.
SINDACS-AL SE REÚNE COM DESEMBARGADOR DOMINGOS NETO NO TJ-AL, EM MACEIÓ

    O Presidente do SINDACS-AL, Fernando Cândido e o Diretor, Manoel Sarmento, acompanhados do Advogado da entidade, Dr. Felipe Zanotto estiveram no início da tarde desta segunda-feira, 20 de fevereiro, na sede do TJ-AL Tribunal de Justiça de Alagoas, reunidos com o Desembargador Domingos Neto.

   O Desembargador é o relator da ADI - Ação  Direta de Inconstitucionalidade, movida pelo Prefeito, Gilberto Gonçalves em desfavor dos servidores públicos de Rio Largo.

   A ADI tem como escopo, anular o artigo segundo, da Lei Municipal que dispõe sobre o reajuste dos salários dos Servidores pelo IPCA (inflação).

   Dr. Felipe Zanotto, arguiu a constitucionalidade do artigo e pediu a análise da petição de sua autoria, que pedi para o SINDACS  ser parte do processo.

   O Advogado do SINDACS-AL ainda ressaltou, que  a  verdadeira intenção do Prefeito,  ao ingressar com essa ação, é não cumprir o acordo de pagamento do retroativo dp reajuste, firmado, através de Lei Municipal e que o município já  vinha pagando.

   O Desembargador, Domingos Neto, ouviu atentamente. Mas, afirmou não poder antecipar sua decisão e pediu para que os dirigentes sindicais, bem como o Advogado aguarde o julgamento da liminar da ADI, que ocorrerá na terça (21/02).

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

 
NOVO VALOR PARA PARTICIPAR DA VIAGEM A BRASÍLIA


      Conseguimos reservar a hospedagem dos participantes da viagem a Brasília, em um hotel muito bom e um preço acessível.

     Por essa razão,  o valor da inscrição será de apenas R$ 55,00. Aqueles que já depositaram o valor anterior, será ressarcido. As inscrições para participação na viagem a Brasília se estenderá ate o dia 28/02, pelos telefones 3326- 3845/9997  -8864 (Manassés), mediante o envio do comprovante de depósito de R$ 55,00 para a hospedagem, na conta do  Banco do  Brasil,  agencia 0542-8, conta corrente 35.704-9. Os diretores do SINDACS tem prioridade, assim como os diretores municipais, respeitando também o prazo de inscrição. Se surgir vaga e a liderança Municipal não puder ir, deve ser feita uma reunião e através de sorteio ou eleição, escolher um outro agente. Será  intransigentemente proibida a inscrição de alguém que não seja da Categoria.

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

DIRETORIA DEFINE CRITÉRIOS DE PARTICIPAÇÃO DA VIAGEM A BRASÍLIA NOS DIAS 08 E 09 DE MARÇO.
   As inscrições para participação na viagem a Brasília começam no dia 10/02 e vão até o dia 20/02, pelo telefone 3326- 3845/9997-8864 (Manassés), mediante o envio do comprovante de depósito de R$ 150,00 para a hospedagem, na conta do  Banco do  Brasil,  agencia 0542-8, conta corrente 35.704-9.
    Os diretores do SINDACS tem prioridade, assim como os diretores municipais.

    Se surgir vaga e a liderança Municipal não puder ir, deve ser feita uma reunião e através de sorteio ou eleição, escolher um outro agente.

    Será  intransigentemente proibida a inscrição de alguém que não seja da Categoria.

   À diretoria
DIREÇÃO DO SINDACS-AL SE REÚNE E DEFINE PLANEJAMENTO DAS AÇÕES PARA 2017



     A Diretoria do SINDACS se reuniu ontem, no auditório da CUT, para traçar as ações prioritárias a serem desenvolvidas, no exercício do ano de 2017.
    A reunião iniciou com uma analise de conjuntura, feita pelo Professor da UNEAL- Universidade Estadual de Alagoas, Luiz Gomes, seguida de um debate.
   Ainda na parte da manhã o Advogado do SINDACS-AL, Dr. Alfredo Brandão esclareceu as duvidas a respeito da nova legislação da insalubridade dos agentes.
   A reunião foi reiniciada após o intervalo do almoço, com a participação do Dr. Felipe Zanoto, também Advogado do sindicato, que tratou do PL 6437, que dispõe sobre alterações nas atribuições dos agentes.
    Na sequência, a diretoria elencou uma seria de atividades que farão parte da sua plataforma de luta para 2017.
   Logo em seguida aconteceu a reunião da diretoria executiva, que deliberou o envio de uma delegação de agentes de vários municípios alagoanos a Brasília, para a manifestação, convocada pela FENASCE, que acontecerá nos dias 07, 08 e 09/03, para fortalecer a luta pelo reajuste do piso.

"Agente na Luta"

FENASCE organiza manifestações pelo reajuste do piso salarial dos agentes de saúde e de endemias entre 7 a 9 de março.  
Proposta, que faz parte da “Campanha Nacional Reajuste Já!”, estabelece uma agenda de mobilizações em Brasília e que deve ser reproduzida nos Estados.

 
     A FENASCE – Federação Nacional de Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias, entidade filiada à CNTSS/CUT – Confederação Nacional dos Trabalhadores em Seguridade Social, está chamando os ACSs e ACEs de todo o país para participarem da “Mobilização pelo Reajuste do Piso Salarial Nacional”. A proposta é reunir estes profissionais em atos e manifestações entre os dias 7 a 9 de março. A concentração de maior destaque da “Campanha Nacional Reajuste Já!” acontecerá em Brasília. A iniciativa também deve se multiplicar nos Estados com manifestações junto às sedes do Ministério da Saúde.

     A coordenação da FENASCE definiu a programação para o período em que os trabalhadores estiverem em Brasília. Na terça-feira, 07/02, com início às 10h00, estão previstas as visitas nos gabinetes dos deputados federais para conseguir o apoio na luta dos agentes, além de conquistar a assinatura destes parlamentares para o abaixo-assinado em defesa do reajuste do piso salarial da categoria. No dia seguinte, 08/02, haverá uma grande manifestação com concentração, a partir das 8h00, em frente à Catedral Metropolitana de Brasília. Na quinta-feira, 09/02, último dia da agenda, acontecerá uma vigília em frente à sede do Ministério da Saúde, no DF, a partir das 9h00.

    De acordo com Fernando Cândido, presidente da FENASCE, esta agenda é muito importante para estes profissionais na perspectiva de demonstrar a força da categoria na luta para ter o aumento de seus salários. Desde que foi implantado o piso salarial nacional pela ex-presidente Dilma Rousseff, há cerca de três anos, os trabalhadores não receberam nenhum reajuste. Naquela época o governo havia criado uma mesa de negociação com o compromisso, em ata, de criação, por meio de Portaria, de um Grupo de Trabalho para discutir uma proposta de reajuste do piso. Mas depois do impeachment, o governo do ilegítimo Michel Temer não cumpriu a Portaria. Os agentes também querem a criação de um canal de diálogo com o ministro da Saúde, Ricardo Barros.

   “Desde que este governo tomou o poder todas as tentativas de estabelecer um canal de diálogo foram frustradas. Encaminhamos vários ofícios para conseguir uma audiência com o ministro da Saúde visando discutir a questão salarial e melhorias nas condições de trabalho, mas não tivemos nenhuma resposta. Na próxima semana (de 13 a 17) vamos a Brasília para protocolar novo ofício tentando uma audiência. Já procuramos parlamentares para nos auxiliarem a estabelecer este diálogo com o governo, mas não conseguimos nada. Todas as tentativas foram frustradas até agora. Estas são as razões das manifestações de março”, afirma Cândido.

   A Federação intensificou o contato com seus sindicatos para que possam mobilizar seus trabalhadores para participarem desta agenda. Cada entidade será responsável pelas despesas e hospedagem de sua delegação. As que não puderam enviar seus agentes à Brasília, devem promover atos em seus Estados, principalmente em frene aos escritórios do Ministério da Saúde nas capitais. A ideia é que os trabalhadores se manifestem por todo o país e dialoguem com a sociedade sobre as reivindicações da categoria.

   Cândido relembra que foi uma luta muito grande em todo o país para que os agentes conquistassem o piso salarial nacional da categoria. “Estaremos completando agora em junho três anos sem aumento do piso salarial. Os prefeitos dizem que não podem alterar os salários porque o governo federal não se propõe a aumentar o repasse. O atual governo, por sua vez, se nega a dialogar com os representantes dos trabalhadores. A FENASCE espera conseguir estabelecer algum nível de diálogo para conseguir conquistar o reajuste salarias destes trabalhadores. O trabalho destes profissionais é muito importante para o equilíbrio dos indicadores sociais, ” afirma o presidente.

     Piso salarial nacional dos ACSs e ACEs

    Agentes de Saúde e de combate às endemias conquistaram o piso salarial nacional da categoria no valor de R$ 1.014,00. A medida foi estabelecida por meio da Lei nº 12.994, de 17 de junho de 2014, e sancionada pela presidenta Dilma Rousseff. Além da formalização do valor mínimo para salário, o texto especificou que os profissionais iriam trabalhar 40 horas semanais exclusivamente em ações e serviços de promoção da saúde, vigilância epidemiológica e combates a endemias em prol das famílias e comunidades assistidas. A lei também estabeleceu que os profissionais mencionados terão metas em suas atividades e serão avaliados constantemente e de maneira transparente, visando a obtenção dos resultados. Para que a implantação da lei fosse rápida, a CNTSS/CUT e a FENASCE lançaram, à época, a campanha nacional “O piso agora é lei”.

Escrito por: Assessoria de Imprensa CNTSS/CUT

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017


BLOCO MUNICIPAIS NA FOLIA




     O SINDACS-AL estará, com outros sindicatos, promovendo no próximo 17 de fevereiro,
A PRÉVIA CARNAVALESCA, COM O BLOCO: "Municipais na Folia".

     Os filiados interessados, devem  ligar, até o dia 14 de fevereiro, para sede do sindicato para fazer sua reserva.

     A camisa será entregue na concentração do Bloco, às 19h, na Praça Sinimbu, próximo ao Clube Fênix Alagoano.

Venha se divertir nas tradicionais previas carnavalescas de Maceió, com o SINDACS-AL!!